Compre este livro na Amazon, através do link abaixo, assim você ajuda o Café e Ciência ❤
http://amzn.to/2nc9pY1
———————————————————————————————————
“Há milhares de anos, quando o homem começou a estudar o céu, ninguém sabia o que eram as estrelas. Hoje sabemos como elas nascem, como podem se desenvolver e até como morrem. Tudo graças ao estudo dos astros e seus movimentos. No Guia ilustrado Zahar de astronomia, o inglês Ian Ridpath, membro da Royal Astronomical Society, reuniu informações completas sobre essa ciência, apontada como a mais antiga de todas. O leitor vai descobrir a história da astronomia, entender a formação do Sistema Solar, as constelações e até tomar conhecimento dos maiores desafios da cosmologia no início do século XXI. A publicação ainda chama os interessados no assunto a praticarem a observação do céu. Nem todo mundo sabe, mas ele muda todas as noites, e observar esse movimento é um exercício que qualquer um pode fazer, mesmo a olho nu. No guia, astrônomos profissionais ensinam a compreender objetos celestes, como nebulosas formadoras de estrelas ou jovens aglomerados de estrelas moribundas. Quem quer observar outras galáxias além da nossa, a Via Láctea, encontra dicas preciosas. Para isso, é preciso equipamentos especializados, que vão desde simples binóculos até telescópios movidos por computador. Cartas e descrições ao final do livro, apontam para os principais elementos a serem observados. Entre as centenas de ilustrações do guia também estão as mais recentes imagens de outros planeta. O guia ainda reúne:

– Código de cores e símbolos para orientar o leitor.
– Glossário e índice remissivo que facilitam a consulta.
– Almanaque com os principais eventos do céu – de eclipses ao aparecimento de cometas – nos próximos dez anos.
– Cartas celestes e mapas de constelações do Hemisfério Norte e do Hemisfério Sul.
– Guia ilustrado do Sistema Solar”

 

Felipe Hime Miranda

Graduando em Astronomia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Astrofísico em formação, criador do Café e Ciência e atualmente bolsista CNPq no Museu de Astronomia e Ciências Afins.

Ver Todos os Artigos

Adicionar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *